kut

domingo, 22 de março de 2009

ARBITRAGEM COMPLICA E SETE PERDE EM CASA

Jogando em casa diante de um bom número de torcedores, a equipe Douradense do Sete de Setembro conheceu sua terceira derrota no Campeonato Estadual, a segunda seguida, para um dos adversários diretos por uma vaga na próxima fase, o Ivinhema. A partida terminou com o placar de 2 a 1 para os visitantes. A partida foi marcada pela grande reclamação com relação à arbitragem de Gilberto Almeida de Oliveira, da cidade de Campo Grande, que foi apontado pela equipe do Sete, como o grande responsável pela derrota da equipe. No primeiro tempo de jogo o arbitro deixou descontente as duas equipes, pois estava confuso, invertendo várias faltas, causando revolta em todos no campo, principalmente do Tricolor Douradense, que além de ser prejudicado em vários lances invertidos pelo arbitro, ainda teve seus principais marcadores ‘pendurados’ com cartão amarelo. Em termos de futebol a primeira etapa foi de muito equilíbrio, e o Sete teve uma grande oportunidade logo aos dois minutos com o atacante Edmilson que recebeu livre na área e bateu sobre o gol. O Ivinhema também teve pelo menos duas chances com Juari e Nelson Júnior, mas também desperdiçou. No segundo tempo o jogo começou quente, e logo aos dois minutos de jogo o Sete marcou seu gol, numa bela jogada de Henrique que dominou na entrada da área, fintou o zagueiro e bateu firme de perna esquerda marcando um belo gol. Não demorou muito para o Ivinhema empatar, e o gol surgiu numa falha de marcação da defesa douradense, que depois de um bate-rebate deixou a bola livre para conclusão de Nelson Júnior, aos 4 minutos, deixando o placar em 1 a 1. Aos 7 minutos depois de uma falta dura no meio campo, Fabrício que já tinha cartão amarelo foi expulso, deixando o Sete com um a menos no jogo. Na seqüência, aos 11 minutos o Ivinhema chegou a seu segundo gol, numa jogada individual de Joari, que fintou dois adversários e bateu no canto esquerdo de Kaio. Depois dos gols o jogo ficou tumultuado, o arbitro do jogo nitidamente nervoso, confuso, continuou invertendo faltas, usando critérios diferentes na marcação das infrações, gerando muita reclamação e jogadas violentas, o que ocasionou mais três expulsões: Edmilson e Flávio do Sete de Setembro e Hamilton do Ivinhema. Inferiorizado numericamente, o time de Dourados não conseguiu pressionar e igualar o marcador, saindo de campo com a derrota. Na próxima rodada o Sete viaja até Ladário onde na quarta-feira as 15hs enfrenta o Pantanal que empatou neste domingo com o Naviraiense em 1 a 1 .

0 comentários:

Facebook

Anunciantes

Anunciantes

Panos da TMI

Panos da TMI

bones

bones

Link-me

120x60 px

Torcida Organizada Máfia Independente - TMI | Template by - Josué de Brito Quadros - 2009 - - hidden hit counter