kut

terça-feira, 26 de novembro de 2013

TMI participa do 1º Seminário Centro-Oeste de Torcidas Organizadas

Torcidas organizadas do Mato Grosso do Sul estiveram representadas na última semana em Goiânia no 1º Seminário Centro-Oeste de Torcidas Organizadas, promovido pela Secretaria de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor do Ministério do Esporte. O evento, que aconteceu em Goiânia, na sexta-feira e no sábado (22 e 23), reuniu cerca de 20 torcidas organizadas de clubes dos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e do Distrito Federal, além de representantes de subsedes de torcidas de clubes de outros estados, como Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. O objetivo do encontro foi discutir formas de prevenir a violência que tem acometido os estádios de futebol brasileiro nos últimos meses.
Representaram o MS no encontro as torcidas Cen Loucura, do Naviraiense, Esquadrão Operariano, do operário, Falange Vermelha, do Comercial, Mafia Independente e Pavilhão 7, do Sete de Dourados. Os torcedores que compareceram ao seminário dialogaram diretamente com todos os agentes envolvidos na realização de uma partida de futebol e na prevenção e combate aos atos de violência nos estádios, principalmente com as polícias militares de Goiás e Distrito Federal.
O secretário nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, Toninho Nascimento, participou das discussões e defendeu a posição do Ministério do Esporte dentro desse debate. “Sabemos que existe o problema da violência. O ministério é favorável à existência das torcidas organizadas e sua inclusão social. Por outro lado, é preciso que elas tenham controle sobre seus membros. Não se pode permitir que pequenos grupos prejudiquem a totalidade”, defendeu.
Representantes das próprias torcidas seguiram a mesma linha de raciocínio para preservar a participação das organizadas nas arquibancadas. “Se o torcedor, seja ele de organizada ou não, cometer algum ato infracional, ele tem que ser punido. E essa integração no seminário foi importante para fazer todos entenderem isso. Temos o direito de torcer e fazer a festa nas arquibancadas. Mas é preciso ter a interação de todos para retirar o mau torcedor de lá”, disse Cleomar Marques, da Força Jovem do Goiás.
Ao fim do encontro, todas as torcidas assinaram o "Manifesto pela Paz no Futebol", em que se comprometeram a evitar a violência dentro e fora das arquibancadas, não provocar tumultos e respeitar o Estatuto do Torcedor, entre outros compromissos.
Também participaram do seminário representantes das secretarias de Segurança Pública do estado de Goiás e do Distrito Federal, Ministério Público de Goiás, Secretaria Nacional da Juventude da Presidência da República, universidades e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO), entre outros.
Fonte: Ministério dos Esportes

0 comentários:

Facebook

Anunciantes

Anunciantes

Panos da TMI

Panos da TMI

bones

bones

Link-me

120x60 px

Torcida Organizada Máfia Independente - TMI | Template by - Josué de Brito Quadros - 2009 - - hidden hit counter