kut

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Técnico do Sete quer no mínimo quatro amistosos para ajustar o plantel


Por Waldemar Gonçalves - Russo

Na manhã desta segunda-feira, o técnico do novo plantel do 7 de Dourados, Amarildo Carvalho informou que começará a trabalhar com bola em dois períodos na próxima quarta-feira, e que pelo menos duas vezes por semana vai intensificar o seu trabalho com coletivos no estádio Frédis Saldivar, o “Douradão”. “Vamos trabalhar forte nos coletivos no Douradão para que possamos adequar os nossos jogadores nas dimensões do gramado.

Vamos nos adaptar o mais rápido possível para que possamos ter o estádio como mais um dos aliados nossos” disse Amarildo Carvalho reafirmando que espera contar com o apoio da imprensa e principalmente da torcida em jogos que serão feitos no maior estádio do interior do Estado. “Com certeza o nosso estádio será mais uma das armas que usaremos contra os nossos adversários. Jogando em casa esperamos contar com o apoio de todos, em especial da imprensa e principalmente da torcida” disse o técnico.

Questionado sob a ansiedade que a comissão técnica e seus jogadores já devem estar tendo, Amarildo Carvalho disse que isso é normal em todas as equipes e não somente na sua, porém admitiu sim que eles não vêem a hora de estrear no campeonato. “Só treinar, treinar é muito ruim para os jogadores, mais eles estão se preparando dia a dia para fazer uma boa estréia. Assim como estamos ansiosos, com certeza os nossos adversários também estão.

O Ivinhema, por exemplo, acredito que os jogadores do Douglas Ricardo, não vêem a hora de entra em campo para nos enfrentar na abertura do campeonato”, disse o técnico à reportagem referente à primeira partida do campeonato no estádio “Douradão” na tarde do dia 12 de fevereiro próximo, um domingo, com transmissão ao vivo pela TV Morena.

O técnico que acompanhou de perto os trabalhos físicos sob o comando do preparador Everton Paulista conta que espera fazer de três a quatro amistosos, de preferência com equipes de fora do Estado ou até mesmo do Paraguai para ajustar o plantel. “Vamos jogar contra o CENE, posteriormente espero que a diretoria nos arrume mais três amistosos. Estes jogos com certeza serão fundamentais para que possamos ajustar a equipe base que estará estreando no campeonato”, disse o técnico à reportagem.

Por outro lado, a programação para esta segunda-feira conta com um trabalho físico na Academia do SESI (Serviço Social da Indústria) sob o comando do preparador físico Everton Paulista e no período da tarde os trabalhos prosseguirão no CT (Centro de Treinamento) da equipe que fica localizado na região do Jardim Guaicurus.

TRABALHO COM BOLA

Na academia do SESI (Serviço Social da Indústria) os jogadores passam por sessões de levantamentos de pesos; esteiras visando o fortalecimento das musculaturas além de testes de resistências físicas nas barras, e logo em seguida concluem a programação com um trabalho de relaxamento muscular. “Na quarta-feira entregarei os jogadores ao professor (Amarildo Carvalho) em reais condições físicas para que ele possa iniciar os trabalhos com bola” assegurou a reportagem o preparador físico.

WELLINGTON

Já o preparador de goleiros José Luis adiantou que o goleiro Naldo está se desdobrando nos treinamentos e que ele acredita que o jogador estará bem em forma até a data da estréia.

“Zé Luis” como gosta de ser chamado o preparador, disse que está na espera da apresentação do goleiro da Sub-18, Wellington e de um terceiro jogador para a posição para fazer um trabalho forte com eles. “Informaram para mim que nesta segunda-feira os dois goleiros estarão se apresentando para trabalhar. Isso é muito bom, pois fazer um trabalho específico somente com um goleiro é muito ruim.

Por ter disputado a Copa São Paulo recentemente eu acredito que o Wellington deva estar muito bem fisicamente. Espero fazer um grande trabalho com ele, caso acertar com o clube” concluiu o preparador de goleiros a reportagem.

O NOVO PLANTEL

A nova equipe do Sete de Dourados chegou formada pelo goleiro, Naldo; os laterais vieram Wesley, Adailton e Roney; os zagueiros Thales, Téssio, Alex Paulista, e Jonathan, que também joga como médio volante, e os médios volantes Alex Rocha, Sorbaria, Jacó, Matheus e Gonçalves; os meias Jonatas, Danielzinho, Ednei, Jean Batatais e os atacantes Tinho, Lucas que veio de Nova Andradina além de Tardelli, Rafael Canela, e Tom.

Amarildo Carvalho disse a reportagem quando da sua chegada ao Sete de Dourados, que esperava pelo retorno do time Sub-18 para poder escolher de seis a oito jogadores para compor o restante do plantel.

0 comentários:

Facebook

Anunciantes

Anunciantes

Panos da TMI

Panos da TMI

bones

bones

Link-me

120x60 px

Torcida Organizada Máfia Independente - TMI | Template by - Josué de Brito Quadros - 2009 - - hidden hit counter